Sobre o clube

HISTÓRIA DO CLUBE

A prática do Tiro ao Alvo no Rio Grande do Sul é datada de meados do século XIX quando foram fundadas as primeiras sociedades de tiro pelos imigrantes alemães. Estas sociedades foram espaços de sociabilidade e lazer para os imigrantes e seus descendentes, bem como, locais de construção de identidades étnico-cultural.
Segundo estudo realizado por Alice Beatriz Assmann em seu trabalho de conclusão de curso de Educação Física na UFRGS.

O tiro ao alvo é uma prática trazida pelos primeiros imigrantes alemães que chegaram em Santa Cruz do Sul em 1849. No município foi fundada a mais antiga sociedade de tiro do Estado, a Schutzengilde, em 1863. As décadas seguintes foram marcantes para o associativismo esportivo em Santa Cruz do Sul, em particular para as associações de tiro ao alvo, em razão da significativa ascensão econômica e maior preocupação com o lazer.
Devido aos acontecimentos da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), muitas associações de tiro ao alvo tiveram suas atividades paralisadas, mas conseguiram se reerguer. Entretanto, com o Estado Novo (1937-1945) e a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) o associativismo teuto-brasileiro sofreu revezes que transformaram definitivamente seu sentido.

foto1

Sociedade de Tiro, tirada em 10/08/1890. Deutsch Brazil Schtutzenvereine

O tiro ao alvo era praticado em associações por membros de origem germânica chamadas de Schützenverein–Sociedade de Atiradores – ou Schiessklub–Clube de Tiro.
Santa Cruz do Sul foi fundada em 1849 sob gerencia da Província de São Pedro, quando da chegada dos primeiros imigrantes alemães. Palco da primeira sociedade de tiro ao alvo fundada no estado do Rio Grande do Sul, a Schützengilde em 1863, Santa Cruz, destaca-se pela fundação de inúmeras associações esportivas germânicas voltadas para a pratica do tiro ao alvo. As Schützenvereine e as Schiessklubs foram importantes espaços de confraternização da comunidade santacruzense através de suas festividades e competições. Por meio de representações e símbolos se afirmaram como espaços de identificação e diferenciação étnica.

Para o historiador Hardy Elmiro Martin em seu livro – Historias do Passado de Santa Cruz (edunisc) A primeira Sociedade de Tiro fundada em Santa Cruz do Sul foi o “DEUSTSCHER SCHÜTZENWEREINE SANTA CRUZ”, aos 16 de junho de 1872.
É umas das primeiras, se não for a primeira, no Estado do Rio Grande do Sul, no gênero. O alvo para os exercícios ficava a 125 metros, inicialmente, passando para 165 metros. O local ficava junto a cervejaria do Sr. Karl Schültz, que também foi o primeiro Rei da Sociedade. Isto quer dizer que foi o primeiro Campeão do Torneio inicial.
Foi membro honorário dessa Sociedade o Dr. Gaspar Silveira Martins, conforme Ata de 21 de dezembro de 1879. Dez anos depois essa Sociedade sediou o 3º Campeonato de Tiro.